install theme
De repente ouvi teu nome. E quase que imediatamente te procurei a minha volta. Não te encontrei, mas me dei conta de que eu estava sorrindo. Querido John. (via delator)

(via acalentas)

Poesia é voar fora da asa. Manoel de Barros.     (via poesografa)

(Source: oxigenio-dapalavra, via acalentas)

Sonho bom ás vezes também faz chorar.
Não consigo entender,
Porém não desistirei de procurar.
Meu sonho é você que eu tanto quero encontrar. Mac Muller   (via sintoso)

(Source: sintoso, via acalentas)

Sabe, quando a gente tem vontade de encontrar a novidade de uma pessoa, quando o tempo passa rápido quando você está ao lado dessa pessoa, quando dá vontade de ficar nos braços dela, e nunca mais sair. Sabe, quando a felicidade invade quando pensa na imagem da pessoa, quando lembra que seus lábios encontraram outros lábios de uma pessoa, e o beijo esperado ainda está molhado e guardado ali em sua boca. Que se abre e sorri feliz quando fala o nome daquela pessoa, quando quer beijar de novo muitos lábios desejados da sua pessoa, quando quer que acabe logo a viagem que levou ela pra longe daqui. Nando Reis. (via distanciarei)

(Source: 40kmdevoce, via acalentas)

Acho que fui quebrada mais uma vez. Aquelas palavras, foram como facas dentro de mim, não sei como reagir, não sei como lidar. Me atingiram como as ondas do mar se atiram sobre as rochas, elas se jogam e se quebram, ele jogou essas palavras sobre mim e eu me quebrei. Não deveria ter ido atrás dele, não deveria, havia uma vozinha em minha mente me dizendo isso, deveria te-la escutado; talvez agora, não estaria como estou. Mas como eu disse, quando gostamos e queremos ter a pessoa ao nosso lado, nós arriscamos… Colocamos tudo a ganhar ou a perder e no meu caso, não foi lá as setes maravilhas; sim, eu coloquei tudo a perder e por que? Porque fui idiota, porque não enxerguei, porque fui tola o suficiente pra não ver que ele era a pessoa ideal, aí o deixei e ele se foi. Pra sempre. Agora estou aqui, com os olhos inchados e o coração quebrado. — Isabella Vieira.
Por que regou as flores se não iria ficar para primavera? Guilherme.   (via delator)

(Source: s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r, via delator)

Sexo verbal não faz meu estilo, palavras são erros e os erros são seus. Não quero lembrar que eu erro também. Um dia pretendo tentar descobrir, porque é mais forte quem sabe mentir. Não quero lembrar que eu minto também. Eu sei. Feche a porta do seu quarto porque se toca o telefone pode ser alguém com quem você quer falar por horas e horas e horas… A noite acabou, talvez tenhamos que fugir sem você. Mas não, não vá agora, quero honras e promessas; lembranças e estórias. Somos pássaro novo longe do ninho… Eu sei. Renato Russo    (via s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)

(via s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)

Meu pai tentou colocar fogo na minha mãe e isso deixou ela com a cara deformada. Todos os dias, eu escrevo uma carta anônima dizendo que eu acho ela a mulher mais bonita que eu já vi, e coloco na caixa do correio. Ela chora sempre que abre as cartas. Ela ainda não sabe que sou eu. Desconhecido.  (via criticou)

(Source: que-voce-seja-feliz, via criticou)

Você já parou para pensar que quando quer muito algo, analisa os mínimos detalhes? Analisa cada mísero pedacinho? Pode ser uma roupa ou um corte de cabelo . E se você passasse a analisar os detalhes das coisas que você já tem, veria a vida de um modo diferente? Mudaria seu jeito de pensar? Algumas pessoas responderam sim e outras não, depende muito do ponto de vista de cada um. Você pode perceber o brilho em seus olhos quando compra um camisa que queria muito, mas, e se você visse um pôr - do - sol ou um sorriso da alma, olharia da mesma forma? Ficaria feliz da mesma forma? E se passasse a analisar não só o quê você quer muito, e sim, todos os detalhes da vida?! Mudaria seu modo de pensar? Veria que a vida vai além de bens materiais? Se surpreenderia com uma simples carta? Sim ou não? Independente de qual for a resposta, depende só de você. — Isabella Vieira.
Puxe meu quadril, morda meu queixo, bagunce meus cabelos .. esfregue seu peito em minhas costas .. toque minha lombar, aperte minhas vértebras, me dê a mão, respire perto de mim, me faça rir, uma omelete, um cafuné no sofá. Não sou uma floresta intocada. Sou uma mulher novamente virgem minutos depois que sua mão me abandona. Deguste meus cheiros, fareje meus gostos, beije minhas cores. — Gabito Nunes   (via criticou)

(Source: ga-bi-to, via criticou)